Seja bem-vindo ao nosso novo site!

Praticando Luz

Praticando Luz

Por Luiz Carlos Silveira Dias Júnior

Todos nós estamos em processo evolutivo e, de acordo com o nosso nível de consciência, os testes serão mais complexos ou mais simples. De acordo com a visão transmitida pela Fraternidade Branca, a grande maioria da humanidade é composta por homens comuns que produzem, através de seus pensamentos e sentimentos, energias densas que acabam criando suas realidades pessoais. Esta energia coletiva é chamada de consciência das massas e influencia toda forma de vida sobre a Terra. Para conseguirmos sair dessa influência densa, precisamos estar muito atentos aos nossos pensamentos, sentimentos, palavras e atitudes, elevando-os e exercitando vibrações de luz, amor, compreensão, paz, tolerância, entre outras energias positivas. Caso contrário, nos mantemos na frequência inferior. Os acontecimentos do mundo e do país servem como exercícios e testes para que nos aperfeiçoemos nessa busca e nessa conquista. E nos tempos atuais, em que o processo de manifestação da luz e trevas vem se revelando com muito mais evidência, nossa atenção precisa estar redobrada. O processo de limpeza planetária já iniciou e muitas almas já estão migrando para outros planos de evolução bem distantes da Terra. A oportunidade de escolha e definição a quem queremos servir, pois não podemos servir a dois senhores, está em plena atividade e tudo o que vem acontecendo no planeta oportuniza isso. Quando o Mestre Jesus se referia aos dois senhores, Ele queria dizer que não podemos servir a Deus e ao ego ao mesmo tempo. A porção divina em cada um de nós é puro amor, luz, misericórdia, inclusividade e compreensão, por isso emana essa vibração de maneira indiscriminada e aspira para si e para todos a mesma pureza e perfeição. O ego ou personalidade é egocêntrico, egoísta e busca para si ou para os seus, interesses pessoais e não é capaz de exercer amor incondicional. Vive na ilusão da separatividade e se julga sempre melhor do que os outros, seja pela sua nacionalidade, cultura, raça, condição social, intelectual, econômica e outras. Os tempos obscuros em que vivemos nos põe à prova em relação a todas essas questões e serve como grande oportunidade de evolução, amadurecimento, mudanças, tomada de consciência ou também pode nos fazer despencar do alto da nossa pretensa evolução de consciência. Cada vez que nos alinhamos com o ódio, a revolta, a raiva, a agressividade, a competitividade e outras energias alimentadas pelo ego, caímos um pouco mais. Enxergar isso, erguer-nos e não repetir o erro é fundamental para a caminhada em busca da evolução. Caso contrário, corremos o risco de jogar fora a grande oportunidade de crescimento que nos foi e continua nos sendo oferecida. Vamos nos lembrar sempre de que a verdadeira postura de evolução espiritual é a aplicação prática de todos os valores positivos que são conhecidos por todos nós, através dos mais diversos caminhos espirituais. Teoria não serve para nada, a não ser para enaltecer o próprio ego; a diferença está na vivência e expansão das virtudes divinas, pois é disso que o mundo precisa. Vamos ficar atentos às armadilhas que estão à nossa espreita e avaliar melhor cada um dos estímulos ao nosso redor, procurando ter atitudes mais equilibradas entre a razão e o sentimento. Pensar um pouco na forma como aquilo nos afeta e que reação seria esperada de nós pelo nosso Eu Divino ou pelos Seres de Luz, buscando uma coerência maior entre aquilo que queremos ser e o que realmente somos. Os verdadeiros sinais de evolução espiritual no homem são representados por energias que semeiam paz, amor, luz, harmonia e compreensão, além de uma atitude de serviço e de isenção de méritos e isenção de enaltecimento pessoal. Qualquer coisa diferente disso não tem nada de divino, é apenas um ego mascarado tentando passar a imagem de evoluído. Mais luz, tolerância e amor, inclusive com quem vem semeando o contrário é a nossa grande lição. Vamos praticar! Paz, amor e luz na Terra e nos corações!

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Carrinho