Editora e Loja

0R$0,00

Nenhum produto no carrinho.

Categoria: Reflexões

Praticando Luz

Praticando Luz

Por Luiz Carlos Silveira Dias Júnior

Todos nós estamos em processo evolutivo e, de acordo com o nosso nível de consciência, os testes serão mais complexos ou mais simples. De acordo com a visão transmitida pela Fraternidade Branca, a grande maioria da humanidade é composta por homens comuns que produzem, através de seus pensamentos e sentimentos, energias densas que acabam criando suas realidades pessoais. Esta energia coletiva é chamada de consciência das massas e influencia toda forma de vida sobre a Terra. Para conseguirmos sair dessa influência densa, precisamos estar muito atentos aos nossos pensamentos, sentimentos, palavras e atitudes, elevando-os e exercitando vibrações de luz, amor, compreensão, paz, tolerância, entre outras energias positivas. Caso contrário, nos mantemos na frequência inferior. Os acontecimentos do mundo e do país servem como exercícios e testes para que nos aperfeiçoemos nessa busca e nessa conquista. E nos tempos atuais, em que o processo de manifestação da luz e trevas vem se revelando com muito mais evidência, nossa atenção precisa estar redobrada. O processo de limpeza planetária já iniciou e muitas almas já estão migrando para outros planos de evolução bem distantes da Terra. A oportunidade de escolha e definição a quem queremos servir, pois não podemos servir a dois senhores, está em plena atividade e tudo o que vem acontecendo no planeta oportuniza isso. Quando o Mestre Jesus se referia aos dois senhores, Ele queria dizer que não podemos servir a Deus e ao ego ao mesmo tempo. A porção divina em cada um de nós é puro amor, luz, misericórdia, inclusividade e compreensão, por isso emana essa vibração de maneira indiscriminada e aspira para si e para todos a mesma pureza e perfeição. O ego ou personalidade é egocêntrico, egoísta e busca para si ou para os seus, interesses pessoais e não é capaz de exercer amor incondicional. Vive na ilusão da separatividade e se julga sempre melhor do que os outros, seja pela sua nacionalidade, cultura, raça, condição social, intelectual, econômica e outras. Os tempos obscuros em que vivemos nos põe à prova em relação a todas essas questões e serve como grande oportunidade de evolução, amadurecimento, mudanças, tomada de consciência ou também pode nos fazer despencar do alto da nossa pretensa evolução de consciência. Cada vez que nos alinhamos com o ódio, a revolta, a raiva, a agressividade, a competitividade e outras energias alimentadas pelo ego, caímos um pouco mais. Enxergar isso, erguer-nos e não repetir o erro é fundamental para a caminhada em busca da evolução. Caso contrário, corremos o risco de jogar fora a grande oportunidade de crescimento que nos foi e continua nos sendo oferecida. Vamos nos lembrar sempre de que a verdadeira postura de evolução espiritual é a aplicação prática de todos os valores positivos que são conhecidos por todos nós, através dos mais diversos caminhos espirituais. Teoria não serve para nada, a não ser para enaltecer o próprio ego; a diferença está na vivência e expansão das virtudes divinas, pois é disso que o mundo precisa. Vamos ficar atentos às armadilhas que estão à nossa espreita e avaliar melhor cada um dos estímulos ao nosso redor, procurando ter atitudes mais equilibradas entre a razão e o sentimento. Pensar um pouco na forma como aquilo nos afeta e que reação seria esperada de nós pelo nosso Eu Divino ou pelos Seres de Luz, buscando uma coerência maior entre aquilo que queremos ser e o que realmente somos. Os verdadeiros sinais de evolução espiritual no homem são representados por energias que semeiam paz, amor, luz, harmonia e compreensão, além de uma atitude de serviço e de isenção de méritos e isenção de enaltecimento pessoal. Qualquer coisa diferente disso não tem nada de divino, é apenas um ego mascarado tentando passar a imagem de evoluído. Mais luz, tolerância e amor, inclusive com quem vem semeando o contrário é a nossa grande lição. Vamos praticar! Paz, amor e luz na Terra e nos corações!

Sobre o Preconceito

Aquele que não experimentou o sagrado tremor da solenidade não pode compreender o dano do preconceito. Este se desenvolve não em grandes feitos, mas em cada ação diminuta. Assim, o escravo do preconceito desperta já amaldiçoando um sonho que não se adapta ás limitações de seu ser. O dia inteiro ele condenará e amaldiçoará, porque não terá as medidas do coração. E ele adormecerá condenando e visitará a esfera correspondente á condenação.
A Hierarquia

Extraído do blog “Vontade Espiritual”

Observe os seus pensamentos e sentimentos ao longo do dia.

Observe os seus pensamentos e sentimentos ao longo do dia.

por Luiz Carlos Silveira Dias Júnior

Observe os seus pensamentos e sentimentos ao longo do dia. Eles representam o seu foco, a sua atenção. E lembre-se de que você dá poder a tudo aquilo em que você se concentra. Assim, atraímos energias boas ou ruins. Criamos a nossa realidade! Mantenha o foco na solução, não no problema. Na saúde, não na doença. Na liberdade, não nas limitações. Na luz, não nas trevas. No amor, não no ódio. Experimente fazer isso e veja os resultados práticos!

A imagem pode conter: texto

 

 

Transforme-se naquilo que você deseja atrair

Transforme-se naquilo que você deseja atrair

por Luiz Carlos Silveira Dias Júnior

A única forma de estar em sintonia com o Bem, a Luz e o Amor Divinos é vibrar na mesma frequência. Caso contrário, jamais atrairemos essas energias. Nosso cérebro funciona como uma estação de rádio; na AM não tem como sintonizar estações FM. Portanto, a postura mental, emocional e verbal são essenciais para a mudança em cada um de nós! Exercite! Vale a pena!

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

A Voz de Amhaj

El Morya

ESTAIS NO LIMIAR DE UMA NOVA RAÇA.

Meu tesouro servos-á revelado.
Muitos membros desta humanidade foram informados acerca das raças passadas, mas pouco aprenderam dos seus erros. Prosseguiram em busca de elogios, de recompensas e de auto-satisfação. Um muro de pedra teria respondido ao Chamado com maior prontidão, a indolente massa humana, que renega a luz e se compraz com a matéria em decomposição, necessita ajuda mas a rejeita, desfazendo assim belas possibilidades. Mas o tempo regenera o tempo. Há os que escutam.
Não há instante a perder. Os homens ouvem o Chamado, acham-no bonito, emocionam-se, e reúnem os amigos para comentá-lo. Dão maior importância aos encontros sociais que á salvação de um planeta prestes a explodir. Mas a fortaleza do Meu escudo será conhecida pelos que ao Alto aspiram. O poder do Meu Raio será desvelado aos que persistem. O fulgor do Meu fogo resplandecerá nos que para ele se voltam.
O Fogo de Amhaj está pronto para eclodir. Somente suportarão sua potência os que se tiverem unificado. É preciso dissipar a cupidez humana, que transformou em cinzas o que deveria arder.
Muitos buscam a meditação com o fim de se relaxar. Querem o fogo dos céus para suas lareiras domesticas. Além disso, a palavra meditação não é mais atual. O espírito deve estar integrado à vida, e a vida toda deve ser dele expressão. Ajustai os ponteiros de vossos relógios. O ciclo mudou.
A trilha ascendente é o caminho do meio. A trilha ascendente é tecida na aspiração. A trilha ascendente acolhe a inexpugnabilidade. A trilha ascendente resplandece. A trilha ascendente convoca os eleitos. A trilha ascendente redime o passado.
O espírito que despertou para a luz não pode mais retroceder. A obscuridade material já não o atrai, e somente nas esferas superiores encontra alento. Mas descobrirá que teceu laços fortes com a matéria, que terá de desfazê-los, e que a ilusão ainda impregna seus trajes.
Há os que, temerosos, aguardam que a podridão reinante no mundo das formas decomponha também suas amarras. Eu indico a primeira via, direta, de acesso ao Reino. A ela estão destinados os que amam verdadeiramente.
Não existe segurança externa. Mesmo assim, os homens insistem em buscá-la. Não reconheceram que a vida prossegue em ininterrupta transformação, e que a sucessão de imagens apresentadas pelos sentidos é apenas um diminuto ângulo de uma realidade maior, que transcende o mundo mental e toca a supracorporalidade. A tartaruga pode sentir-se segura por transportar consigo sua casa — mas não sabe voar.
Muitas pessoas divertem-se com o Ensinamento, não reconhecem a profundidade do que lhes está sendo transmitido. Outros pensam que, por terem lido um livro inspirado, não precisam mais transformar-se. Ostentam palavras espiritualizadas, mudam até o modo de se vestir ! Mais se assemelham a um sepulcro caiado. A transfiguração não ocorre de fora para dentro. Sua base deve ser forjada pelo discípulo — não com exterioridades, mas com transformações verdadeiras.
A mesquinhez inseriu raízes profundas na consciência humana; é preciso sanar esse mal. Desde o início dos tempos este planeta abrigou entes obscuros, mas desse modo preservou outras regiões do cosmos do assedio dessas forças. Por isso em sua queda ele será redimido. Por isso é chegado o Tempo de Samana. Por isso ser-lhe-á revelado o poder da Espada de Amhaj.
O brilho das estrelas pode ser ocultado por nuvens, mas nem por isso deixa de existir. O discípulo deve aprender a conectar-se com esses mundos de pura luz, independentemente das condições atmosféricas. Na realidade, deve aprender a estar nesses mundos, a viver neles enquanto cumpre suas tarefas na Terra, isso ele consegue pela aspiração ardente.
“Amai a Verdade. O poder deve nascer em vosso âmago e permear vosso labor. O poder de persistir. O poder de amar. O poder de ser justo. O poder de manifestar a luz”.
A capacidade de renascer faz parte deste Raio. Porém, apenas nos estágios iniciais do caminho. O discípulo perceberá que além dos sucessivos ciclos de nascimento e morte habita a transcendência contínua, e a está senda ele se dirige. Meu Raio o acompanhará, e por isso é chamado O que Vela o futuro.
A beleza contida na incandescência de um metal é pouca, se comparada á armadura flamejante do espírito que despertou para a luz. Com sua vibração ígnea, o espírito desperto regenera a forma, e assim a faz dissolver-se na essência que a gerou. A fortaleza do espírito está fundamentada no poder das esferas sublimes, que deitam raízes na fonte cósmica de amor. Pela graça, o discípulo é elevado pelo Mestre, e assim pode banhar-se na Fonte. Pela graça, o discípulo é conduzido ao Grande Espelho, e ali são-lhe desvelados mistérios da Criação. Pela graça, o discípulo transcende limites, e assim acolhe com gratidão o que do Alto lhe é dado cumprir.
Muitos homens percorrem o deserto, mas nem todos conseguem chegar ao destino. Tal empreendimento exige determinação, firmeza, sobriedade e fé. Todos os que penetram a senda da luz terão de cruzar essa região da consciência, e de seus mistérios aprender lições. Não se pode avançar sem transpor fronteiras. Por isso Meu Raio vos traz o poder de transformar, libertar e transcender. Por isso Meu raio emerge, rompendo grilhões.
É tempo de glorificar ao Supremo — não com promessas, mas com a rendição do ser. Tendes no Meu Manto a vossa proteção.
Muitos perguntam-se por que repetimos tantas vezes uma instrução. Não percebem que no Ensinamento não há repetições. Geralmente é preciso tocar a mesma nota, mas o ouvido afinado perceberá, a cada vez, novos harmônicos (novas harmonias?), e se rejubilará ante a beleza do cosmos. A beleza oculta-se na simplicidade; a senda ardente, no cumprimento da lei. Assim, aqueles que se cansam com as aparentes repetições não estão maduros, e ainda não colocaram em prática as primeiras lições.
Quantos já foram visitados por Nossos Agentes, mas sequer lhes deram ouvidos! Preferiram o odor terrestre ao sutil aroma dos jasmins celestiais. Valorizai as oportunidades que vós estão sendo oferecidas. Ainda antes que anoiteça tereis à vossa porta o Mensageiro.
As chaves para a compreensão do Ensinamento encontram-se no aperfeiçoamento do caráter e na entrega do ser. Para penetrar seus mistérios não é preciso intelectualismo, mas sim pureza e fé. Os intelectuais alimentam-se das cinzas do passado. Os puros compartilham da sabedoria das esferas celestiais.
Todos estão sendo especialmente estimulados nesta época, e não há partícula que não tenha recebido o toque do Meu Raio. As respostas a ele variam grandemente: da negação e da tibiez, ao sim ardente. Aqueles que respondem positivamente recebem novo impulso e podem penetrar esferas mais amplas. No cosmos, tudo transcorre pela lei da afinidade, e assim o mistério da ressonância magnética é compreendida pelos que amam verdadeiramente,
Muitos alunos, quando ouvem que é necessário pureza, vestem-se de branco, esquecendo-se de que o verdadeiro despojamento é interior. Ostentam essa bandeira, mas trazem nos sapatos a poeira desta civilização. Sabei, é tempo de nascer o novo homem. É tempo de efetivamente se assumir transformações. Não se pode construir a nova terra com a base em festivas promessas. A matéria tem e ser permeada pelo fogo e transformada, vertida no molde da redenção. Por isso Eu vos convoco a imprimir em cada ato da vossa vida a determinação a transcender… Amai esse fogo. Nessa senda tereis Nossas bênçãos.
Há estudantes que, ao ouvirem falar do advento da nova humanidade, se prendem a pormenores da informação, divagam em imaginações, e assim perdem a essência do Ensinamento. Não é tão importante a cor dos olhos ou da pele do novo ser, mas o seu estado de consciência. Esse estado deve ser buscado agora pelos que seguem o caminho da ascensão. Por isso dizemos: a nova Terra existe nas esferas superiores do planeta
. Trazê-la à manifestação é tarefa dos servidores da luz.
Incontáveis laços prendem o homem terrestre ao passado. Rompê-los é uma necessidade para que o espírito possa ascender. Muito pode ser feito nesse sentido pelo próprio homem, conscientemente, mas a transição só é possível por ação da graça superior. Sim, é tempo de amar a liberdade. É tempo de ser livre.
O advento de uma raça ocorre na luz das esferas sublimes, e vai refletindo-se nos sucessivos estratos da vida planetária, até penetrar a escuridão material. Desse modo participa uma rede incomensurável de energias, seres e consciências. Nele Meu Raio está presente, como guardião do novo portal.
O sentido do sagrado será resgatado pelo novo homem. Tudo na vida será por ele reconhecido côo dádiva do Criador — e como instrumento para glorificá-lo. Porém, não se deve esperar o amanhã para manifestar o novo. O sagrado deve ser vivido agora, prioritariamente, e por isso a reverencia é necessária.
Pode um pássaro, numa pequena gaiola, pode exercitar-se em altos vôos? Certamente que não, mas para o espírito não existem tais fronteiras. Por isso afirmo que os que ouvem o Chamado podem voar. Mesmo que submersos nas esferas concretas, com a consciência podem lançar-se ao infinito.
O massacre de animais prossegue, apesar de todas as Nossas advertências. Será que os homens não percebem os visitantes indesejáveis que são atraídos por esses barbarismos? Seria suficiente lerem com atenção poucas linhas dos noticiários para constatarem que a violência do mundo é semeada pela própria humanidade.
Muitos têm uma vida interior relativamente ativa, mas desconhecem por completo esse fato. Imersos em pseudo-obrigações, esquecem-se de se voltar para aquilo que, em si mesmos, é a fonte de vida. A correta proporção dos fatos e dos valores deve ser por eles apreendida. Não se pode desperdiçar, seguidas vezes, toda a encarnação..
Quando fordes assolados pela dor, entregai-a ao Alto. Quando fordes tomados pela desilusão, agradecei-a e entregai-vos ao Supremo.
Quando fordes acometidos pela aridez, abençoai, pois ele prenuncia fases luminosas, quando então trabalhareis mais próximos a Nós.
Se pudéssemos, cancelaríamos o pesado golpe de retorno que paira sobre a humanidade e sobre o planeta. Mas para que o espírito se liberte é preciso que se rompam grilhões, e assim a purificação acompanha, lado a lado, o fechamento das contas. O céu se torna escuro no momento da tempestade. Porém, tendo ela passado, profunda é a paz que sobrevém. Por isso, Nossos discípulos são chamados de Semeadores do futuro: em meio à escuridão, prenunciam a Paz.
Quando durante o dia o céu se escurecer e a luz não mais puder ser vista, onde quer que estiverdes aquietai-vos e orai. Agradecei, pois terá chegado o momento da grande liberação. Estreitai vossos laços com a Hierarquia. Estreitai vossos laços com o supremo amor. Não temais. O espírito se regozija ante a liberação do ser.
Se buscais a luz, entregai-vos a ela. Não vós iludais — é preciso firmeza e fidelidade. As chaves de poder serão entregues aos que cruzarem o Portal. Que os servidores caminhem; que reconheçam o valor da entrega e que amem verdadeiramente.
A devoção é a chama que sustém o peregrino no caminho — e que o faz avançar. Que seja pura. E que ele saiba morrer para o que se passou.
A devoção e a humildade são a base da entrega. Da união dessas correntes nasce a reverencia. Há delicadas sementes germinando, o planeta transforma-se rapidamente. Assumi, com sinceridade, o Caminho.
A chama da vida é eterna, mas sua radiância varia segundo as condições do ambiente que a acolhe. Por isso Nós indicamos a permanente afirmação dos votos interiores. É preciso fortalecer a ligação com a Hierarquia. É preciso que o céu e a terra se unifiquem. É preciso que o amor supremo permeie todas as partículas. É tempo de despertar.

Não procureis culpados. Cada qual é responsável por seus atos — disso não há como escapar. O equilíbrio dos universos é mantido por leis de precisão inimaginável para a mente do homem. Assim dizemos:
transformai em vós o que deve ser transformado no mundo. Elevai em vós o que nesta Terra deve elevar-se. Amai a luz, Amai, verdadeiramente amai.
De que vale, nesta época, envolver-vos com a crônica dos acontecimentos que assolam a civilização? Maior ajuda daríeis ao mundo se vencêsseis o inimigo em vosso interior. Pedi a graça, verdadeiramente — e ela vos será dada.
O silêncio é conhecido de poucos neste planeta. Porém, as transformações que dele podem advir são poderosas. O silêncio é necessário para a compreensão das leis universais e para o correto cumprimento da tarefa. O silêncio é o vestíbulo do Encontro. Para penetrá-lo, é preciso devoção; é preciso pureza e fé.
Não há diferença de valor entre uma pequena e uma grande ação. muitos conceitos errôneos, criados pelos homens, sobrepõem-se à realidade, recobrindo-a com insensatez. Em verdade, qualquer movimento — não importa a sua proporção — repercute na imensidão cósmica, refletindo-se nas várias esferas. É tempo de assumirdes a integração dos universos. Afinal, deveis amadurecer.

Trechos extraídos do livro:
A VOZ DE AMHAJ – Trigueirinho
Editora. Pensamento – 1993

SIGA O SEU CORAÇÃO

SIGA O SEU CORAÇÃO


Como posso seguir o meu coração se nem ao menos consigo ouvi-lo?!


Desde cedo ouço falar em “deixar-se guiar pelo ser interno”; “buscar o grande silêncio”; “acessar a memória cósmica” e tantas outras expressões que me parecem similares e um tanto complicadas para traduzir algo tão simples e tão profundo. Se perguntarmos a um médico qual o órgão mais importante do corpo humano, provavelmente ele responderia: o cérebro – porque comanda as demais funções. Mas se a mesma pergunta fosse feita a um estudante das ciências esotéricas, seguramente a resposta seria: o coração. Energeticamente o coração guarda o que de mais precioso o ser humano possui: a sua Essência divina, o Fogo Sagrado, o modelo perfeito criado por Deus. Nesse centro de energia encontra-se o ponto de equilíbrio entre a matéria e o espírito, a experiência de vidas passadas, o arquivo cósmico onde podemos encontrar todas as respostas aos nossos questionamentos. O coração tem o formato de um cálice que guarda a Chama Sagrada, o princípio da vida, o nosso DNA divino.


Creio que é por isso que as pessoas costumam reportar-se ao coração. O amor tem sua morada no coração. O perdão é gerado no coração. A gratidão é uma energia que vem do coração. A compaixão, a serenidade, o equilíbrio, a bondade são criados no coração. O coração é o responsável pela distribuição do oxigênio nas células de nosso corpo e expande a harmonia nos ambientes. A cada batida de nosso coração um novo ciclo se inicia e esse poder é inerente a todos os seres humanos. Tudo quanto é guardado no coração é especial porque o coração é um lugar para sentir sem racionalizar; perceber sem questionar; aceitar sem julgar. E o que vem do coração é igualmente especial porque é verdadeiro, isento de segundas intenções. O coração é um espaço sagrado, um templo, um altar.


Para ouvir o coração é necessário silenciar a mente e aquietar as emoções, sair desse mundo de criações limitadas e limitantes e entrar num local secreto com todo o respeito que um ritual requer. A meditação auxilia no processo de busca pela própria Essência Divina. A Divina Presença (a quem o Cristo chamou de EU SOU) manifesta-se através do coração, do silêncio, da harmonia e da certeza na existência de Algo Maior (Fé). Ao desenvolvermos o Amor, a Sabedoria e a Fé, construímos a ponte que nos liga à Presença EU SOU, o Cristo em nós e então seremos capazes de ouvir o nosso coração.


Seguir o próprio coração é aceitar que a Divina Presença dirija os nossos passos, purifique nossos pensamentos e emoções e nos leve aos lugares certos na hora exata. É agir com a certeza de quem sabe onde vai, sustentado pela Essência Divina e cumprindo o Plano para esta encarnação. Quando aprendemos a ouvir o nosso coração, seguí-lo é uma questão de escolha.

Terezinha – março/2007

Av. Protásio Alves, 266 CEP 90410.004 – Porto Alegre RS
www.divinapresenca.com.br
fone: +51 3388 9133 ou 3377 9133
E-Mail: divinapresenca@gmail.com

Homenagem a Elizabeth Clare Prophet

Homenagem a Elizabeth Clare Prophet
Nossa homenagem a esse ser que tanto divulgou os ensinamentos dos Mestres Ascensionados por tudo mundo e que  certamente alcançou o bem maior. E agora  na Presença do Todo-poderoso Deus seja, por todos nós,  glorificada com orações e decretos de fé, agradecimentos e expansão na luz infinita.

Mística, escritora, palestrante e professora espiritual, Elizabeth Clare Prophet é, sobretudo, a Mensageira de seres espirituais iluminados, chamados mestres ascensos.


Na condição de Mensageira, ela é tanto porta-voz como escriba: transmite, oralmente e por escrito, as palavras dos mestres. Nesse papel, Elizabeth registrou alguns dos mais belos e profundos ensinamentos espirituais do mundo. Sua vasta obra inclui mais de 1800 mensagens dos mestres ascensos, arcanjos e outros seres espirituais, a ela transmitidas pelo dom do Espírito Santo.


Elizabeth e seu falecido esposo, Mark L. Prophet, publicaram mais de 75 livros sobre os ensinamentos dos mestres ascensos. Ela proferiu palestras por todas as unidades federativas dos Estados Unidos da América e em outros 28 países, tendo falado em 150 cidades, nos cinco continentes.


Realizou grandes esforços para, sistematicamente, fazer com que os caminhos místicos das religiões mundiais se tornassem acessíveis aos buscadores espirituais e também proferiu palestras sobre budismo, cristianismo místico, textos cristãos gnósticos, hinduísmo, cabala (judaísmo místico) e taoísmo.


Pioneira do pensamento moderno, Elizabeth nasceu em Red Bank, Nova Jersey (EUA), em 1939, filha de pai alemão e mãe suíça. Após completar seus estudos de francês na Suíça, freqüentou a Antioch College, uma instituição de ensino superior, em Ohio. Posteriormente, transferiu-se para a Universidade de Boston, onde se diplomou em Ciências Políticas. Em 22 de abril de 1961, Elizabeth participou de um encontro na Summit Lighthouse, onde encontrou seu líder, Mark L. Prophet, que seria seu professor e futuramente, marido.


Mark era um Mensageiro dos Mestres Ascensos e, sob a direção do seu professor, o Mestre Ascenso El Morya, treinou Elizabeth para também ser uma Mensageira.


Mark e Elizabeth casaram-se em 1963, tiveram quatro filhos e construíram The Summit Lighthouse, uma organização que Mark fundara em 1958, para publicar os ensinamentos dos mestres ascensos.


Em julho de 1964, Saint Germain ungiu Elizabeth Clare Prophet como Mensageira da Grande Fraternidade Branca, uma ordem espiritual de santos do Ocidente e mestres do Oriente, à qual todos os mestres ascensos pertencem. É interessante ressaltar que o termo “branca” não se refere à raça, mas à luz branca que circunda a aura dos seres imortais.


Elizabeth Clare Prophet é a chefe espiritual da The Summit Lighthouse e da Church Universal and Triumphant, igreja fundada em 1974, com o fim de ir ao encontro das necessidades espirituais mais profundas dos que desejavam conhecer e aplicar os ensinamentos dos mestres ascensos.


Além das suas publicações e palestras, Prophet falou sobre sua vida, trabalho e ensinamentos em inúmeros programas de rádio e televisão. Apresentou The man who would not die (O homem que não morria), um programa sobre Saint Germain, produzido por Alan Landsburg e narrado por Leonard Nimoy, na série In search of (Em busca do desconhecido), que foi transmitido pela NBC nos EUA. Mais recentemente, apareceu nos programas Larry King live, Sony live, CNN and company, Donahue, Nightline e apresentou, na NBC, o programa Ancient prophecies.
fonte: Summit Lighthouse
Av. Protásio Alves, 266 CEP 90410.004 – Porto Alegre RS
www.divinapresenca.com.br
fone: +51 3388 9133 ou 3377 9133
E-Mail: divinapresenca@gmail.com

O RITMO E A MISERICÓRDIA

O RITMO E A MISERICÓRDIA

Cada ser humano é único, divino e maravilhoso, criado à imagem e semelhança do Pai para cumprir o Plano Divino neste Planeta. Desde a queda do homem, quando foi seduzido pela energia densa, buscamos com intensidade o caminho de volta e, em determinadas circunstâncias, nos distanciamos cada vez mais. A busca do “elo perdido”, muitas vezes confundido com algo exterior, leva o ser humano para dentro de si mesmo, de onde nunca deveria ter saído.


Em meio a essa caminhada encontramos os mais inusitados métodos, fórmulas mágicas, receitas complexas e experiências variadas daqueles que, de alguma forma, conseguiram entender a direção a tomar e o propósito a seguir. As pessoas andam em círculos tentando encontrar algo ou alguém que lhes acene com uma solução pronta ou uma forma de administrar as próprias emoções, sem entender por quê o método que funciona com os outros não encontra a mesma resposta consigo. Eis aí o grande segredo: cada ser humano possui o seu ritmo próprio, único!


Como numa trilha, onde cada um vê e sente à sua maneira e reage de acordo com o que lhe vai na alma, estamos experimentando a densidade da matéria, num trabalho de purificação dos corpos inferiores para desenvolver as virtudes da Chama Trina: Amor, Sabedoria e Poder Divino. Essas virtudes já nos foram ensinadas por Abrahão, Buda, Jesus Cristo e tantos outros Seres que aqui encarnaram para mostrar à humanidade o “Caminho do Meio” ou o caminho do equilíbrio. Mas, como somos seres especiais, buscamos algo que nos preencha e sustente, buscamos a nossa própria Essência que é Deus. Alguns podem optar por “atalhos” que demandam tempo e coragem, sem contar que, depois de algum tempo, necessitam retornar ao ponto de onde partiram. Outros, mais calmos e ponderados, preferem ir aos poucos, sempre seguindo o próprio coração, buscando ouvir a intuição. E há quem siga a multidão, mesmo sem saber para onde vai…


O ritmo é a forma como as pessoas percebem as coisas, o tempo que necessitam para “retirar o véu”. Para que se acredite em alguma coisa é preciso conhecer e então, aceitar. Quando se usa o discernimento, procurando dentro de si mesmo as respostas, o processo se desenvolve de forma natural. Para isso, devemos evitar, principalmente, a crítica e o julgamento. Em função do ritmo de cada um, o tempo que se leva para promover uma mudança é muito relativo e varia de acordo com o estágio da criatura. Quando percebemos as próprias limitações, fica fácil entender as limitações dos outros. Quando passamos a nos respeitar, estamos aptos a respeitar os outros. Se formos honestos com os outros, é porque essa honestidade foi exercitada dentro de nós mesmos.


Não raro encontramos pessoas exasperadas porque não conseguem convencer o outro do que é certo (ou que julga certo e segue). Normalmente, quando consegue dar um passo em direção à própria liberdade, o ser humano acredita que os seus iguais percebem da mesma maneira. E passa a cobrar deles uma atitude diferente, criando expectativa com relação à mudança do outro. Então instala-se o karma (dívida e oportunidade para resgatar). A mudança efetiva é aquela que se faz “de dentro para fora”, consciente e definitiva! Considerando que eu não posso promover a mudança no outro, senão através da minha própria capacidade de mudar, corrigindo as minhas carências, seguramente o melhor caminho é desenvolver as minhas virtudes para expressar a Essência Divina e, através do exemplo, auxiliar o outro em seu processo de reforma interior, sempre respeitando o seu livre-arbítrio e, sobretudo, o seu ritmo. Isso representa a misericórdia!


Procurar entender o outro como ele é, com suas carências e virtudes, aceitando-o e amando-o porque, acima de tudo, é Energia Divina atuando na forma humana; respeitar as diferenças individuais; entender que cada um é dono de seu destino, não obstante deixe-se conduzir por outros; procurar ver apenas o lado divino, o lado luz de cada um, sabendo que, acima de qualquer situação ou circunstância, está a Lei Maior, a Lei do Amor – é expressar Misericórdia!


Se cada ser humano cuidar de si, com amor e responsabilidade, haverá de ajudar efetivamente os seus iguais, porque quando buscamos a iluminação estamos, da melhor forma possível, iluminando o caminho daqueles que seguem os nossos passos. A melhor forma de ajudar é mostrar como se faz, sem expectativas, sem cobranças, com muita humildade e amor. A misericórdia permite respeitar o ritmo do outro e colocar-se à disposição para auxiliar, quando solicitado.


Na Lua Cheia de maio (Festival de Wesak), comemoramos a Iluminação de Buda que, saindo dos extremos, descobriu o Caminho do Meio. No caminho da Iluminação, onde cada um deverá fazer por si mesmo, necessitamos juntar a Vontade Divina e o Amor incondicional. Assumindo a responsabilidade por nossas criações mentais, passaremos a expressar mais amor e paz porque não mais alimentaremos as limitações humanas. Nosso caminho é Luz e a nossa missão divina é expressar a Luz maior, em todas as circunstâncias, buscando fortalecer em cada ser humano, a Divina Presença EU SOU!














APELO ao Bem-Amado Senhor Gautama:






Em nome e com autoridade da Presença Divina EU SOU em nós, apelamos a Vós majestoso e magnânimo Senhor Gautama: preenchei o nosso mundo com o Vosso equilíbrio perfeito e auxiliai-nos a trilhar sempre o Caminho do Meio. Cumulai o nosso mundo de paz, harmonia e amor no servir, para que possamos vigiar e manter inalterado o controle de nossa energia. Auxiliai-nos a conservar a dignidade e o autodomínio de nossos atos. Queira realizar-se, para todo discípulo da Era da Liberdade, aquilo que pedimos para nós.



Terezinha –abril/2004






Av. Protásio Alves, 266 CEP 90410.004 – Porto Alegre RS
www.divinapresenca.com.br
fone: +51 3388 9133 ou 3377 9133
E-Mail: divinapresenca@gmail.com

ESFORÇO CONCENTRADO

ESFORÇO CONCENTRADO

Considerando a importância que esse assunto tem na atualidade, acredito que devemos abordá-lo de todas as formas, com a finalidade de “tocar” o maior número de corações e assim melhorar a vida das pessoas.


A Bem-amado Mestre Ascensionado e Instrutor do Mundo, Kuthumi ensina: “Aumentai a vossa compreensão em relação ao vosso mundo; aceitai a vida como ela é. Jamais tenteis modificar a maneira de ser ou a forma de viver de outras pessoas; aperfeiçoai-vos e procurai aprender a servir, que é o lema da vida. A realização de vossos desejos depende dessas instruções. Sede exemplos manifestados; vivei com a Luz que, por meio do amor, sabedoria e força divina, vos supre poderosamente. Sede a Luz deste mundo e deixai-o iluminar-se por meio da irradiação de vossa Luz, e construí a ponte neste incomensurável Reino Cósmico. Vós sois os sustentáculos da Nova Era, visto que vos foi dada a instrução sobre a Luz e o ensinamento sobre o uso do poder da palavra e da força divina; portanto, depende apenas de vós usar tudo o que aprendestes como bênção à humanidade. Com o poder de vosso Cristo Interno podeis conquistar a vitória. Deixai Sua Luz atuar através de vós, e assim providos, podereis realizar todos os milagres que vos conduzirão à bênção e à vitória da liberdade eterna. Permiti envolver-vos com a poderosa energia do espírito do Cristo Cósmico e procurai sentir-vos voluntariamente penetrados pela Sua força. Meu amor vos acompanha e vos conduz ao encontro de vosso Cristo Interno.” (O Tesouro Interno – Ponte para a Liberdade).


Nosso planeta passa por uma grande transformação – e até a ciência hoje aborda esse assunto – quando os extremos estão se tornando visíveis para que se possa purificar a energia transformando a consciência das pessoas em Luz, amor e paz. A princípio é preciso aceitar a vida como realmente é: a vida vem de Deus e deve ser respeitada; é o princípio que permite a eternidade do espírito e que se manifesta através do Amor de Deus. A cada ser humano é dado o livre-arbítrio para escolher o caminho a seguir e assumir a responsabilidade por suas escolhas. Se não aceitamos interferências em nossa forma de viver, como poderíamos querer interferir na vida dos outros? Cada criatura traz para esta encarnação um propósito de vida, uma missão que deverá desempenhar com dedicação e esforço contínuo. Essa missão geralmente visa corrigir erros passados e evoluir, de forma que saia desta existência fortalecido e purificado. A tarefa de cada um é encontrar a própria Luz e expandir essa Luz, procurando servir a Deus e à humanidade. Para isso é imprescindível um esforço contínuo que nos mantenha conscientes de nosso propósito, afim de que a atenção se concentre na Essência divina de todos os seres vivos. A cada pensamento negativo que alimentamos, abrimos o nosso campo energético para a entrada de energias densas que podem transformar-se em desarmonias e até em doenças físicas. O Bem-amado Mestre Jesus ensinou: “Vigiai e orai”. Devemos estar atentos aos pensamentos e sentimentos, impedindo que energias densas (negativas) encontrem campo propício e se instalem dentro de nós. A oração (elevar o pensamento e o sentimento a Deus) cria em nossa aura um campo de Luz que afasta toda a negatividade, porque nos coloca em contato com o nosso Cristo Interno, com a nossa Essência Divina. Quando estamos em contato com a Luz, atraímos o auxílio dos Seres Iluminados, nossa consciência se expande e percebemos que a Sabedoria Divina atua sempre em benefício de todos os envolvidos. O Universo movimenta-se constantemente em busca do equilíbrio, da harmonia e da paz. Ás vezes nos esquecemos de nossa responsabilidade e sofremos – então nos afastamos de nosso Cristo Interno, de nossa Luz. A oração nos conduz a Deus através de nossa atenção voltada a Ele e do esforço em sair da condição de ignorância. O pensamento positivo e alegre nos coloca em contato com a criação divina e a energia flui livre para concretizar os nossos desejos.


Tudo quanto necessitamos para o cumprimento de nossa missão divina nos foi colocado à disposição. Conforme o nosso merecimento (o reflexo de nossas criações mentais) receberemos essas dádivas mas, para isso é preciso algum esforço – pedi e recebereis; batei e vos será aberto. Se um dos maiores princípios da vida é servir, devemos servir de canais por onde atua a Energia Divina; servir de Ponte entre o homem e Deus; servir de alento aos que sofrem as conseqüências dos próprios erros (sem julgar ou criticar); servir de exemplo aos que conosco convivem; servir de tocha para iluminar quem anda na escuridão; servir de bálsamo aos corações que ainda não encontraram Deus dentro de si; servir de mediador entre o descrente e o fanático; servir de bênção a toda forma de vida. Aqueles que tiveram acesso ao conhecimento, deverão servir de fonte para saciar a sede no caminho dos que buscam a própria Luz. Todos – indistintamente – encontrarão em si a Essência Divina que os torna capazes de uma mudança de pensamentos, sentimentos, palavras e atitudes. O esforço deverá ser concentrado em permanecer na Luz, manter pensamentos elevados, bons sentimentos, expressar sábias palavras e atitudes corretas. A esperança deve ser renovada a cada dia, não obstante as condições exteriores de desarmonia, porque quando não aceitamos as condições adversas elas tendem a perder força e extinguir-se – uma vez que só se sustentam pela nossa atenção (poder).


Quando lembramos que não estamos sozinhos, considerando a quantidade de “buscadores da Luz”, percebemos o quanto é importante perseverar, exercitar a Fé e manter o esforço concentrado em desenvolver a nossa Luz Interior. Todo esforço, por menor que seja, é multiplicado pelos Seres da Luz que servem e amam a humanidade, procurando mostrar-nos o quanto somos amados por Deus!

Terezinha – março/2006



Av. Protásio Alves, 266 CEP 90410.004 – Porto Alegre RS
www.divinapresenca.com.br
fone: +51 3388 9133 ou 3377 9133
E-Mail: divinapresenca@gmail.com