Editora e Loja

0R$0,00

Nenhum produto no carrinho.

Feliz Ano Novo astrológico 20.3.2021

       Neste sábado, dia 20/3, o sol ingressou no signo de Áries, às 6:38 h da manhã. Começamos um novo ano astrológico; a Terra iniciou um novo ciclo ao redor do sol e, efetivamente, nasceu o ano de 2021. Um ano regido por Vênus, planeta que simboliza as energias de amor, aquilo que damos valor, relacionamentos e harmonia. Vênus, em um nível mais espiritual significa também a aproximação do Divino ao humano, através do desenvolvimento da energia mental bem utilizada, erguendo os seres humanos a uma condição de percepção intuitiva e da capacidade de harmonizar e unificar os opostos (Divino/Humano-Superior/Inferior-Alma/Personalidade). Vênus inicia o novo ano no signo de Peixes, o que lhe dá um toque de amor impessoal, idealismo, serviço e altruísmo, potencializando estas características nas consciências e corações.
       O novo ano influenciando o Brasil, sugere um período de desvendar, revelar o oculto, iluminar as sombras, retirar definitivamente as máscaras e que todos os que estão em posição de liderança e poder terão desafios para se manterem nessas posições, visto que tendem a vir à tona as coisas ocultas; quem não estiver alinhado à luz e a verdade provavelmente terá dificuldade para se manter nessa posição. Existe uma tendência a quebras e rupturas de lideranças, bem como de energias impulsivas, agressivas e bélicas, infelizmente. As energias de Urano em Touro seguem afetando a economia e as estruturas e continuam pedindo a criatividade e os caminhos alternativos para conquistar algum equilíbrio financeiro. Ao mesmo tempo, mantém-se o ponto principal que é o da reflexão na nossa relação com a materialidade, o desejo e a posse. Será que muitos estão aprendendo com a pandemia a valorizar o que realmente é importante e essencial? A hora é de ressignificação da nossa relação com a matéria e o modo como nos deixamos escravizar por ela ao longo dos tempos; a vida mais simples e o minimalismo, mais do que nunca, pedem passagem. A possibilidade de o povo estar mais inquieto, desejoso de ter voz ativa e reivindicar seus direitos também é outro sinal; existe maior ímpeto, iniciativa, mas também impulsividade e instabilidade. A necessidade da coletividade se articular, se unir, trocar ideias, fazer contatos e buscar saídas parece estar mais efervescente. Existe uma pressão para mudanças, rompimento de estruturas; o velho e o novo se confrontam. Forças reacionárias se debatem diante nas novas visões e caminhos e a necessidade de sermos fortes e determinados é necessária para abrir novas frentes e superar as antigas formas. Nem tudo precisa ser jogado fora; há de se avaliar o que de bom pode ser mantido e inserido nas novas tendências. Mas é necessário que se vença tudo que represente a separatividade, o individualismo, o egoísmo e a ganância. Já sabemos que os tempos vindouros serão de fraternidade, relações humanas corretas, inclusividade e compartilhamento; portanto, tudo que ainda esteja na contramão destas forças precisa ser combatido e eliminado definitivamente. Que possamos nos unir na Luz, no Amor e no Bem, superando esse momento tão difícil para o povo e para o país, procurando colaborar para uma vibração mais elevada. As energias atuais são de dor, tristeza, medo, revolta, indignação, carência e sofrimento e precisamos suplantar esse peso que cai sobre nossos ombros. Para isso, precisamos utilizar nossos pensamentos, sentimentos, palavras e atitudes de forma que neutralizem e elevem essas forças, invocando o auxílio que vem do Alto e sabendo que seremos instrumentalizados para mudar esse cenário. Que as forças mais elevadas desse novo ciclo sejam potencializadas por nossas energias pessoais e, juntos, possamos criar um ano novo mais feliz e harmonioso, em comunhão com nossos irmãos. Feliz ano novo para todos!

Muita saúde, Amor e Luz nos corações e nas consciência.

Luiz Carlos Silveira Dias Júnior