Editora e Loja

0R$0,00

Nenhum produto no carrinho.

Mês: março 2021

A Loja Branca

A LOJA BRANCA

A Loja Branca é uma Irmandade de Seres Libertos – Arcanjos Mestres e Elohim – , e de Seres que prescindem de forma corpórea e, até mesmo, de qualquer classificação, pois são constituídos de pura energia; são Inteligências Divinas, cuja magnitude é simplesmente indescritível.
Em instância suprema, a Loja Branca é dirigida por um Governo Central Celeste, que preside a evolução do cosmos em cada eternidade. Subordinadas a este governo, vêm setenta Fraternidades de Luz, que interagem e fazem cumprir espiritualmente o Plano de Evolução Universal emanado pelo Governo; nessa ação conjunta, normalmente se adota a triangulação, ou seja, há sempre três Fraternidades de Luz trabalhando em conjunto, apoiando-se mutuamente.
No aspecto administrativo, também diretamente ligada ao Governo Central, há uma Confederação Intergaláctica, que funciona através de vários conselhos. A estes, por sua vez, estão subordinadas as Confederações de Mundos das Galáxias, a CMGs.

RESGATE – Mariza Varela

Missão Orion Editora

PORTÕES ESTELARES

 Portões Estelares, também chamados de portas interdimensionais; são verdadeiros túneis ou atalhos existentes no universo, usados para encurtar distãncias que separam as galáxias e os sistemas solares; são as entradas e saídas diretas para um determinado local do universo. De acordo com sua função, esses portões podem ser, basicamente de dois tipos: ou são reservados exclusivamente para a transmissão de imagens holográficas (permitindo a comunicação “direta” de pessoas situadas em planetas, sistemas solares e galáxias diferentes) ou então servem para transporte físico de pessoas ou naves. Neste último caso, o indivíduo ou veículo que penetrar nesse campo de energia sofre um processo de total anulação de sua coesão molecular e peso atômico – por conseguinte, é desmaterializado, que dizer, convertido em energia e, assim, lançado como um projétil em direção ao portão de saída. Na terra, o portão mais conhecido é o Triângulo das Bermudas.

RESGATE – Mariza Varela

Missão Orion Editora

O Poder dos Elohim

SANTO, SANTO, SANTO
“Uma constelação é, evidentemente, muito menor que o Poder dos Elohim: esta é, em outras palavras, muitos degraus abaixo de Sua Atividade. Um ser adiantado, conscientemente operando em algumas altas Esferas, está constantemente com os Elohim” 
Mestre Saint Germain, em Instruções do Mestre Ascensionado Saint Germain, Ponte para a liberdade, 1991)
– Também nós, os Elohim, encarregados da criação da Terra física, trabalhamos em número de sete. Somos sete Hierarquias, com um amplo séquito de colaboradores, inteiramente dedicadas ao divino ato da Criação.
– Criar. É a razão da existência dos Elohim. É a razão da nossa vida.
– Nós, Elohim, assim como os Anjos Solares, existimos para criar. Mas enquanto eles
constroem na dimensão astral, compondo a Alma do Mundo, Nós somos os Construtores físicos.
Formatamos tudo: elementos, metais, gases, pedras, corpos, estrelas, galáxias, tudo, tudo! O ato de criar é a razão de nossas vidas e, claro, nos dá muito prazer… Por isso, cantamos sempre no decorrer do nosso trabalho: São trilhões de vozes que se unem nos céus para materializar o projeto de Vida que já passou pelos  estágios metal e anímico, dando-lhe a consistência física. Ah, como esse novo trabalho nos dá prazer!… A criação da Terra foi exatamente isso: um ato de amor e de prazer!
Elohim Hércules por Mariza Varela

Feliz Ano Novo astrológico

Feliz Ano Novo astrológico 20.3.2021

       Neste sábado, dia 20/3, o sol ingressou no signo de Áries, às 6:38 h da manhã. Começamos um novo ano astrológico; a Terra iniciou um novo ciclo ao redor do sol e, efetivamente, nasceu o ano de 2021. Um ano regido por Vênus, planeta que simboliza as energias de amor, aquilo que damos valor, relacionamentos e harmonia. Vênus, em um nível mais espiritual significa também a aproximação do Divino ao humano, através do desenvolvimento da energia mental bem utilizada, erguendo os seres humanos a uma condição de percepção intuitiva e da capacidade de harmonizar e unificar os opostos (Divino/Humano-Superior/Inferior-Alma/Personalidade). Vênus inicia o novo ano no signo de Peixes, o que lhe dá um toque de amor impessoal, idealismo, serviço e altruísmo, potencializando estas características nas consciências e corações.
       O novo ano influenciando o Brasil, sugere um período de desvendar, revelar o oculto, iluminar as sombras, retirar definitivamente as máscaras e que todos os que estão em posição de liderança e poder terão desafios para se manterem nessas posições, visto que tendem a vir à tona as coisas ocultas; quem não estiver alinhado à luz e a verdade provavelmente terá dificuldade para se manter nessa posição. Existe uma tendência a quebras e rupturas de lideranças, bem como de energias impulsivas, agressivas e bélicas, infelizmente. As energias de Urano em Touro seguem afetando a economia e as estruturas e continuam pedindo a criatividade e os caminhos alternativos para conquistar algum equilíbrio financeiro. Ao mesmo tempo, mantém-se o ponto principal que é o da reflexão na nossa relação com a materialidade, o desejo e a posse. Será que muitos estão aprendendo com a pandemia a valorizar o que realmente é importante e essencial? A hora é de ressignificação da nossa relação com a matéria e o modo como nos deixamos escravizar por ela ao longo dos tempos; a vida mais simples e o minimalismo, mais do que nunca, pedem passagem. A possibilidade de o povo estar mais inquieto, desejoso de ter voz ativa e reivindicar seus direitos também é outro sinal; existe maior ímpeto, iniciativa, mas também impulsividade e instabilidade. A necessidade da coletividade se articular, se unir, trocar ideias, fazer contatos e buscar saídas parece estar mais efervescente. Existe uma pressão para mudanças, rompimento de estruturas; o velho e o novo se confrontam. Forças reacionárias se debatem diante nas novas visões e caminhos e a necessidade de sermos fortes e determinados é necessária para abrir novas frentes e superar as antigas formas. Nem tudo precisa ser jogado fora; há de se avaliar o que de bom pode ser mantido e inserido nas novas tendências. Mas é necessário que se vença tudo que represente a separatividade, o individualismo, o egoísmo e a ganância. Já sabemos que os tempos vindouros serão de fraternidade, relações humanas corretas, inclusividade e compartilhamento; portanto, tudo que ainda esteja na contramão destas forças precisa ser combatido e eliminado definitivamente. Que possamos nos unir na Luz, no Amor e no Bem, superando esse momento tão difícil para o povo e para o país, procurando colaborar para uma vibração mais elevada. As energias atuais são de dor, tristeza, medo, revolta, indignação, carência e sofrimento e precisamos suplantar esse peso que cai sobre nossos ombros. Para isso, precisamos utilizar nossos pensamentos, sentimentos, palavras e atitudes de forma que neutralizem e elevem essas forças, invocando o auxílio que vem do Alto e sabendo que seremos instrumentalizados para mudar esse cenário. Que as forças mais elevadas desse novo ciclo sejam potencializadas por nossas energias pessoais e, juntos, possamos criar um ano novo mais feliz e harmonioso, em comunhão com nossos irmãos. Feliz ano novo para todos!

Muita saúde, Amor e Luz nos corações e nas consciência.

Luiz Carlos Silveira Dias Júnior